Chuveiro e lava-olhos: entenda a importância desses equipamentos!

Chuveiro e lava-olhos: entenda a importância desses equipamentos!

Todo trabalhador que atue na área de saúde precisa, necessariamente, redobrar os cuidados com segurança, uma vez, que, no exercício de sua atividade profissional está exposto a vários riscos.

Para prevenir acidentes ou dar início aos procedimentos de emergência, é importante que os equipamentos de proteção estejam instalados. Nesse contexto, nós hoje vamos explicar quais são as características e a utilidade de um chuveireo lava-olhos.

Quer entender melhor como funciona esse equipamento e quais as normas que precisam ser obedecidas? Continue a leitura!

Para que servem o chuveiro e lava-olhos?

Considerados equipamentos de proteção coletiva – uma única unidade consegue atender várias pessoas – chuveiro e lava-olhos devem ser instalados em todos os laboratórios e demais ambientes cujos profissionais realizam o manuseio de substâncias químicas.

Eles podem ser comercializados separadamente – chuveiro de emergência e lava-olhos – ou integrados em um único produto. Eles devem ser acionados tão logo ocorra o acidente, de modo a minimizar os danos aos olhos, a face ou qualquer outra parte do corpo do colaborador.

Sua utilização é regulamentada pela NBR 16291 de 05/2014, que dispõe sobre os requisitos mínimos para a instalação, funcionamento, utilização, treinamento, manutenção e desempenho de chuveiro e lava-olhos.

De acordo com essa regulamentação, eles devem estar posicionados estrategicamente, com sinalização adequada,  de modo a garantir o fácil acesso de qualquer ponto do laboratório. Além disso, é necessário que a manutenção dos equipamentos seja feita continuamente.

Quais as especificações do chuveiro de emergência?

A ABNT recomenda que o chuveiro de emergência deve possuir cerca de 30 cm de diâmetro. Uma das principais características desse equipamento é a sua facilidade de acioná-lo, seja com o uso das mãos, pés e até mesmo os joelhos.

A válvula, aliás, deve permanecer aberta, sem o uso das mãos do operador, até que alguém decida fechá-la. Além disso, o tempo de passagem de fechado para aberto não deve ser superior a 1s.

Também destaca-se o fato de que eles podem ser portáteis ou fixos. Qualquer que seja o modelo escolhido, as matérias-primas utilizadas na fabricação de um chuveiro de emergência devem ser resistentes a corrosão quando em contato com os fluídos de lavagem.  

Como funciona o lava-olhos?

Já os lava-olhos são os equipamentos utilizados com a finalidade de higienizar a região dos olhos, sempre que eles entram em contato com agentes contaminantes. É um procedimento de emergência, que deve ser executado tão logo o acidente ocorra.

Basicamente, os lava-olhos são comercializados em três diferentes modelos: fixos, portáteis ou acoplados aos chuveiros de emergência. É importante, porém, salientar que o mecanismo do lava-olhos deve permitir o controle do fluxo de água para ambos os olhos.

Se a sua opção for por um chuveiro e lava-olhos acoplado, os dois mecanismos devem funcionar simultaneamente e devem ser dispostos de maneira que o usuário consiga utilizá-los ao mesmo tempo.

A essa altura, esperamos que você tenha se conscientizado sobre a necessidade de manter um chuveiro e lava-olhos em suas instalações? Lembre-se que é responsabilidade da empresa orientar os colaboradores sobre os procedimentos adotados em caso de emergência.

Quer equipamentos de qualidade na área de saúde? Conheça o vasto catálogo da Up Brasil. Nossa equipe está a sua disposição. Até a próxima!

Compartilhar esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *